Por Da Redação (O Liberal)

05 fev 2020 às 18:55

Na última terça-feira (4), o prefeito de Hortolândia, Angelo Perugini, assinou o contrato de PPP (Parceria Público Privada) e apresentou o projeto para ações de modernização, manutenção e gestão da iluminação pública.

A ação é o pontapé inicial para a troca de 22 mil pontos de luz, em todas as ruas da cidade, por lâmpadas de LED, que conferem maior potencial de luminosidade, com modernidade e segurança. De acordo com a Secretaria de Planejamento Urbano e Gestão Estratégica, a troca das lâmpadas começará pelo Jardim Amanda.

Em maio, o bairro estará com 100% de luminárias em LED. Em seguida, a ação de concretiza no Jardim Rosolen e, logo depois, no Jardim Nova Hortolândia. A meta é que, até o final de 2021, todos os bairros contem com a tecnologia.

A PPP é um contrato administrativo de concessão, firmado entre o Poder Público e a iniciativa privada. A concorrência da PPP da iluminação teve como vencedor o consórcio Ilumina Hortolândia. O valor contratual é de R$ 227 milhões e o período para que serviço de iluminação seja explorado é de 30 anos.

Nos dois primeiros anos de contrato, a previsão é que sejam investidos R$ 40 milhões, sendo que o maior volume deste montante será destinado à substituição das lâmpadas dos postes, que atualmente são de vapor de sódio.

A estimativa da prefeitura é de que, com a PPP, os custos com iluminação pública sejam reduzidos em mais de 50%. Isso porque as lâmpadas de LED que serão usadas nos postes das ruas iluminam mais e consomem menos energia elétrica do que as de vapor de sódio, usadas atualmente

*As informações são da assessoria de comunicação da Prefeitura de Hortolândia.

 

fonte: https://liberal.com.br/cidades/hortolandia/jardim-amanda-sera-1o-bairro-com-iluminacao-100-em-led-1145607/